A não esquecer – Os rituais

Categories Livro Aberto

Há quem ache que são apenas superstições tontas, que em nada contribuem para um ano melhor. Há quem viva intensamente esta época e cumpra, criteriosamente, os rituais em que confia, acreditando que os 365 dias que se seguem serão abençoados por aquelas ações. Há ainda quem não sendo muito (ou nada)  supersticioso, gosta de cumprir os ditos rituais porque marcam o começo de um novo ciclo, um virar de página, em que queremos ver concretizados determinados desejos – e é aqui que eu me incluo. Mas, deixemo-nos de conversas e vamos percorrer  as tão discutidas tradições e superstições de passagem de ano.

Roupa nova

Há quem diga que queremos usar roupa nova para deixar para trás o que está gasto e começar uma nova etapa com a sensação de frescura e novidade que lhe são inerentes. Se esse desígnio é, por si só, catalisador de boas energias e nos faz sentir bem….porque não?

Cores para todos os desejos. E cuecas azuis, claro! 

As cuecas azuis são sempre uma boa escolha e a opção mais escolhida pela maioria. O azul é sinal de sorte, traz tranquilidade, saúde e harmonia. Já se vestir uma peça de roupa laranja quer atrair vitalidade. O vermelho é a cor da paixão e o branco diz-se ser ideal para quem procura a paz. O certo é que estas cores nos transmitem boas sensações. Nunca percebi se o ritual diz que a roupa interior nova deve ser usada na noite de passagem de ano ou no dia 1 (fui à procura e não me esclareci), por isso e para jogar pelo seguro – mal não fará – o ideal é comprar duas cuecas, umas para a noite e outras para o primeiro dia de ano novo. Quanto às cores, repito, usem o que vos transmite boas energias – também podem tentar encontrar umas cuecas às bolinhas ou riscas, com todas as cores. 🙂

Roupa branca

Em Portugal é um hábito recente e neste caso dizem que devemos começar o ano vestidos de branco. O branco representa luz, pureza, bondade. No Brasil, por exemplo, é a cor “obrigatória” na virada do ano.

Qualquer peça amarela 

O importante é que se use uma peça amarela, seja ela qual for. Um lenço, um acessório, meias, etc. E porque não uma carteirinha amarela? O amarelo representa o poder do ouro e, dizem, atrai o dinheiro.

Uma nota dentro do sapato

Para atrairmos riqueza (esta é mesmo para os mais crentes) devemos colocar uma nota no sapato.  Eu acho que, se acredita mesmo, deve pôr nos dois. 

Beijar

Beijar, gosto disto. Beijar a pessoa que amamos dizem que traz sorte para o ano inteiro. Verdade ou não…beijar é sempre bom!!!! Beijos e abraços!!!

Pé direito

Se estiver em casa, aconselha-se a sair de casa meia noite e voltar a entrar com o pé direito. Pelo sim pelo não, o melhor é agasalhar-se para não começar o ano com um resfriado.

Entrar no ano com o pé direito, que é como quem diz, ao pé-coxinho. Segundo se crê é uma tradição italiana, em que cuja língua a palavra “esquerda” se diz “sinistra”. Vale tudo desde que a perna esquerda não faça parte do ritual (ehehehehe). Portanto já sabem, é para entrar com o pé direito e a saltar para atrair coisas boas para a vida!! Dê três saltos com uma taça de champanhe na mão e brinde. Aviso: não encha muito o copo 🙂

Subir

Um degrau, uma cadeira, o importante é subir para um ponto mais alto do que aquele em que se encontra, mas não se esqueçam de subir com o pé direito 🙂

12, mais 12, mais 12

Na noite de fim de ano aproveite as doze badaladas para comer doze passas e pedir doze desejos. Os Espanhóis acreditam que se o ritual for bem feito, os desejos realizam-se.

Portas Abertas

As portas da sua casa devem estar todas abertas para que o ano velho possa ir embora e abrir caminho ao novo ano que começa.

Fazer barulho

Com tachos, gritando, cantando. O importante é fazer fazer barulho para afastar os “fantasmas” do ano anterior.

Dançar

Começar a dançar parece-me um bom prenúncio, mas o povo diz que a dança deve ser ao ar livre, à volta de uma árvore.

Não sei se teremos capacidade para fazer tudo isto, mas com o que temos ao nosso alcance…podemos tentar 🙂

E agora…O Proibido

Bolsos Vazios? É proibido. Segundo dizem na passagem de ano os nosso bolsos devem ter dinheiro. Atenção, não devemos chorar!! Os nossos antepassados acreditavam que chorar atrai coisas menos boas. E discussões no dia 1? Definitivamente…NÃO! Podem minar os restantes dias do ano.

Mas…

COM OU SEM RITUAIS….DESEJO-VOS A TODOS UM FELIZ ANO 2017!!!!

E não se esqueçam de fazer tudo o que está ao vosso alcance, a cada dia, para serem felizes!

 

 

Imagem retirada do Google

 

 

Partilhas 1.2K

3 thoughts on “A não esquecer – Os rituais

  1. Como sempre as 12 passas, uso cuecas azuis para termos saúde e sempre entrar com pé direito e mostrar dinheirinho ao ano novo, Feliz Ano 2017.

  2. Já fiz, mais agora não.acho melhor é conversar com Deus.pedir com persistência,fé e acreditar. ele vai realizar todos os nossos

    sonhos.está é a minha opinião.desejo tudo de bom, em 2017!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *