Há momentos, lugares e dias que só fazem sentido quando partilhados.

Dia 5 de Dezembro, quatro meses depois de ter sido pedida em casamento, decidi lançar-me numa nova aventura. Desde o meu começo em televisão que fiquei fascinada pelo processo de poder pensar, desenvolver e criar conteúdos e de os trabalhar até ao momento em que se tornam públicos. Sinto que as centenas de horas nas ilhas de edição de imagem – que é onde nasce parte da magia da tv – me deram muitas “horas de voo”.

Para o lançamento deste projeto, fiz questão de ter presentes aqueles que me inspiraram e continuam a inspirar, com quem aprendi e aprendo, mas mesmo apesar desse conforto emocional, estava nervosa.

Depois de dois dias de chuva o sol decidiu brilhar. Seria este um sinal? Talvez. Gosto de acreditar que sim. Cheguei por volta das 8.45h ao Palácio do Governador, em Belém. Subi ao primeiro andar, já com a banda sonora a tocar no meu telemóvel. Unstoppable, da Sia, foi a terceira a soar e, bem alto, enquanto a Olga, do Slash, me ondulava o cabelo.

dsc_8336

Não sei se ela sabe – apesar de já lhe ter dito – do quão grata lhe estou pelo facto de me ter dito “SIM”, sem hesitar, quando a convidei para fazer parte deste espaço. Uns minutos depois, a Raquel chegou, ela que também está comigo desde o primeiro momento e que é uma das melhores pessoas que eu conheço.

– Como queres a maquilhagem? – perguntou a Raquel.

– Simples!

dsc_8291

A Margarida Pereira, da L’Agence, sempre incansável, tranquila e com um enorme sorriso, certificava-se de que tudo estava como previsto. Na sede da agência, o Gonçalo Athias encarregava-se de colocar online este espaço, o COISAS NOSSAS.

O Daniel chegou perto das 11h e veio ter comigo, para me dar um beijo e dizer que tudo ia correr bem. Já me tinha perguntado quando é que ele chegaria, precisava de olhar para ele, sabia que me ia tranquilizar.

Estava na hora, eram 11:30. Não gosto de chegar atrasada, mas confesso que desta vez não apareci à hora marcada. O perfume, a chegada da minha mãe, a conversa com o Alexandre da Torres Joalheiro, a visita da Sónia e do Sérgio, da L’agence, tudo foi desculpa para adiar a minha descida.

dsc_8299

Antes de entrar na sala, respirei fundo, sentia já o burburinho das pessoas – ou seriam as borboletas na barriga? : ) mas só quando entrei é que tive a real dimensão de quão cheia se encontrava, de amigos, colegas, de responsáveis de agências de comunicação e de marcas, jornalistas, fotógrafos e muitas outras pessoas que marcam a minha vida. Naquele momento, senti uma enorme gratidão. Beijinhos, abraços, sorrisos, tudo fez parte e tudo me pareceu pouco para agradecer tamanha generosidade.

dsc_8511

O ambiente criado antecipava o que estava prestes a ser revelado, a curiosidade pairava no ar.

dsc_8361 dsc_8367

dsc_8376 dsc_8769

Durante a apresentação foi difícil resistir ao olhar da minha mãe, os olhos brilhantes denunciavam a emoção que sentia. Minha querida mãe. Que sorte a minha, de ter uma mãe assim.

dsc_8531-2

No final da apresentação, ansiava agradecer individualmente a todos os presentes, mas entretanto seguiram-se as entrevistas e não dediquei tanto tempo quanto gostaria a cada um dos convidados – o Daniel diz-me que é sempre assim, também nos livros, e que os convidados estão cientes disso.

Só uns minutos depois, tomei real consciência de que o coisasnossas.pt era já uma realidade, já estava online e já não era um segredo. É oficial.

No final houve tempo para relaxar, brindar, celebrar este novo desafio e comer – eu estava faminta. Havia um brunch para os convidados, saudável e saboroso, assim o imaginámos. Foi tudo perfeito, como idealizei.

Nunca me esquecerei das palavras que me disseram, dos braços que me envolveram, do apoio e da generosidade de todos os que estavam presentes. Este é um espaço de partilhas e por isso foi muito bom poder partilhá-lo com todos. A partir de hoje, há aquelas coisas que são minhas, as coisas que são vossas e COISAS NOSSAS.

Em breve o vídeo. Beijinhooos.

PH: Francisco Branquinho

Partilhas 1K

7 thoughts on “Em 3, 2, 1 …

  1. Parabéns, miúda gira!! Torço por ti, pelo projeto! Vai ser, não, já é um sucesso!Mereces!! Vou estar por perto acompanhar.???! Bjo no coração, princesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *