O que é ser sensual? O que fazer?

Categories Livro Aberto

Conheci a Sofia Rodrigues na SIC. O tema do programa  era a sensualidade feminina e a importância de nos sentirmos sensuais.

Foto Sofia Rodrigues

A Sofia é Psicóloga Clinica, Psicoterapeuta Individual e de Casal e também formadora nas áreas da psicologia e da saúde.  Estivemos à conversa e achei pertinente convidá-la para escrever um texto sobre algo que ela conhece bem – numa semana em que muito se fala de sensualidade, a propósito do dia dos namorados –  e ela deixa-nos aqui algumas dicas e sugestões.

Mas afinal o que é ser sensual? Qual a importância da sensualidade e como podemos ser mais sensuais? A Sofia responde…


Quando falamos em sensualidade feminina falamos acima de tudo em sermos felizes, em gostarmos de ser mulheres… mulheres que se orgulham delas mesmas com todas as suas oscilações emocionais e aprendizagens. Mulheres que celebram os seus sorrisos da mesma forma que celebram os seus choros e inseguranças.

Ser sensual é acima de tudo uma decisão de cultivar o amor-próprio diariamente e isto começa com pequenos gestos, diários, de cuidado pessoal e valorização, que vão desde a alimentação, à imagem, à realização pessoal e profissional. Gestos que nos fazem querer viver cada dia como se fosse o último – mesmo sabendo que há dias em que apenas nos apetece ficar a hibernar no sofá, a deliciarmo-nos com calorias extra, que sabem tão bem!

Há dois requisitos fundamentais quando falamos em sensualidade, a naturalidade e a ausência de esforço.

Não vale a pena forçarmos a sensualidade porque ela não se irá manifestar dessa forma. Se a sensualidade está igualmente no ato de cuidar diariamente de nós    –  porque sabemos que temos direito ao melhor da vida e gostamos de tudo o que a energia feminina envolve – devemos começar com pequenos gestos como cuidar da nossa pele, do nosso cabelo, da nossa postura, da nossa imagem e procurar formas de nós valorizarmos.

Podemos, por exemplo, solicitar a ajuda de uma consultora de imagem para percebermos quais as roupas que mais nos favorecem, não negligenciando claro o nosso próprio gosto e opinião pessoal. Porque não? E se fizermos um corte de cabelo que favoreça mais o nosso rosto? Porque não?

Aqui ficam alguma dicas:

– Decida ser a sua melhor amiga e cuidar – da melhor maneira – de si todos os dias;

– Olhe-se ao espelho de manhã e pergunte-se: “O que posso fazer hoje para me sentir bem e tirar algum prazer do meu dia?”

– Escolha uma roupa com a qual se sinta bem e bonita, principalmente nos dias em que se sente com a sua auto-estima em baixo. Quanto menos cuidar de si menos energia, otimismo e motivação conseguirá.

– Invista em todos os detalhes do seu ser e da sua energia feminina, cuide diariamente da sua imagem… A vaidade na medida certa é essencial. Experimente vestir uma lingerie sexy ou realçar o seu rosto com uma maquilhagem…e não precisa de gastar muito tempo para o fazer, basta sentir que está a cuidar um pouco de si porque assim o merece.

– Todas nós temos dias em que não nos sentimos propriamente no auge da felicidade ou do entusiasmo, pela vida. Aceite esse estado de espírito mas não se entregue a ele, dê a si mesma um desconto nestas alturas e pense que não é por isso que deixa de ser maravilhosa. Valorize-se pelas suas qualidades e por tudo o que tem de bom.

– Invista numa atividade/exercício físico que goste. Cuidar do corpo faz-nos sentir bem, é indispensável para a nossa saúde, contribui para que nos sintamos mais femininas, confiantes e consegue ser uma excelente estratégia para lidarmos com a ansiedade e o stress diários.

– Experimente ser mais ousada e utilizar algumas ferramentas de sedução com o seu companheiro(a). Procure explorar a sua expressão corporal mais feminina e sexy em frente a um espelho. Por exemplo, solte o seu corpo ao som de uma música sensual, dance para si mesma, ensaiando uma coreografia de sedução… Se sentir que é demasiado tímida ou pouco confiante para o efeito…peça ajuda! Invista em aulas de dança ou cursos de sensualidade feminina.

E agora, alguns conselhos…

É muito importante afastarmos o conceito de perfeccionismo, pois é absolutamente utópico. A beleza e a sensualidade estão no inesperado, na constante mudança, no decidirmos ser felizes acima de tudo.

A sensualidade poderá ser uma ótima forma de incluirmos mais erotismo e satisfação na nossa  vida amorosa e sexual. Brincar com o erotismo e com a sedução, de uma forma muito natural, sem tabus e preconceitos, pode contribuir para uma sexualidade e para uma vivência amorosa mais plena. Mas faça-o em primeiro lugar por si e para si, pelo simples prazer de ser mulher.

A nossa confiança e autoestima  resultam acima de tudo de uma postura positiva e pró-ativa perante a vida, de confiarmos nos nossos recursos e aptidões, de sermos receptivas à ideia de aprender  mesmo que aprendizagem resulte de vários erros, de evitar a procrastinação e seguir em frente enfrentando os nossos medos.

O que é que nos faz feliz? Esta deverá ser a nossa questão principal. Como alcançar essa felicidade? Este deverá ser o nosso caminho diário.

A sensualidade está, em primeiro lugar, na nossa essência, confiança e amor próprio! Nunca se esqueçam disso!

Sofia Rodrigues


Em breve teremos mais artigos sobre este tema….

WhatsApp Image 2017-02-16 at 17.19.59

Contactos

Site: www.sofiarodrigues.pt

Facebook: https://www.facebook.com/psicologiaclinica.sofiarodrigues

Partilhas 733

3 thoughts on “O que é ser sensual? O que fazer?

  1. obrigada por ter trazido este tema com a rotina diaria por vezes esquecemos de nós e quanto precisamos de tratar em a nossa auto estima vou tentar por em prática mais uma vez muito obrigada

  2. Adorei esta pequena leitura, pessoalmente a minha maneira de ser sensual é de manter a palavra SENSUAL sempre viva na minha mente e GOSTAR DE MIM própria acima de tudo, primeiro eu e sempre eu, dialogar ao espelho com aquela outra que está sempre alerta e escrutinando o mínimo detalhe da outra silhueta, ame-se acima de tudo sem vaidade e com humildade, e verá que a sua sensualidade vai transbordar de beleza e simpatia contagiante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *