Passear por Portugal III

Categories Check-in

No capítulo de hoje, “passeamos” pelos distritos de Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu, e terminamos  a nossa pequena – e resumida – viagem por Portugal.

18 distritos, uma imensidão de locais a visitar, histórias para descobrir, aventuras para explorar.

Distrito de Lisboa

O Distrito de Lisboa – como todos os outros do nosso país – é rico em cultura e paisagens. Por ser a capital e um grande polo turístico do país, são inúmeros os roteiros e actividades que temos ao nosso dispor. Na cidade, encontramos uma panóplia de museus, igrejas, exposições, edifícios históricos, restaurantes, bares, tudo o que quisermos. São demasiados para enumerar – talvez no futuro faça um artigo sobre alguns dos meus sítios favoritos em Lisboa.

Não posso – no entanto – deixar de destacar a vila e a serra de Sintra – o local onde casei – uma vila romântica e misteriosa, com imensos recantos para descobrir. O Palácio Nacional da Pena, o Castelo dos Mouros, a Quinta da Regaleira o Palácio de Monserrate, são apensas alguns dos muitos locais a visitar e para ganhar energias experimentem a famosa Queijadinha de Sintra ou o Travesseiro da Piriquita.

sintra-portugal

Distrito de Portalegre

Como a imagem abaixo demonstra, o Castelo de Belver é talvez um dos mais bonitos do país. Isolado no alto de um monte, é obrigatória a visita…pelo legado histórico e, também, pela espetacular vista sobre o rio Tejo.

image_gallery

Outro local merecedor de visita está no coração da Serra de São Mamede, onde encontramos a Cidade Romana de Immaia, que se pensa ter sido fundada nos finais do século I A.C. Atualmente, as ruínas são um dos mais importantes vestígios que temos sobre esta fascinante época.

14519_600

Distrito do Porto

Tal como Lisboa, o Porto merece um artigo próprio. A Avenida dos Aliados, a estação de São Bento, o bairro de Santa Catarina, os Clérigos, a Ribeira… Cidade apaixonante e com uma luz tão própria, o Porto é cada vez mais apetecível para os turistas e faz as delicias daqueles que são um bom garfo!

porto_at_night_202206020758d1752ad8b7d

Para os amantes de arte, recomendo um dia passado na Fundação Serralves. Para os amantes de livros, a icónica livraria Lello & Irmão – hoje em dia paga-se para entrar, mas se comprarem um livro o valor é descontado no valor final da fatura. Para os que gostam de visitas guiadas, o Palácio da Bolsa é de uma riqueza e história incrível. Para os mais gulosos, a Leitaria Quinta do Paço para provar os famosos éclairs recheados.

4542378138_48f40e6bc9_o-1

Acima de tudo, recomendo que se percam pelas ruas do Porto – vão, com certeza, descobrir mil e um segredos que não esperavam.

Distrito de Santarém

Santarém. Capital do Gótico em Portugal. Por toda a cidade, a arquitetura de outros tempos é de um enorme encanto. Para mim, o Jardim das Portas do Sol é ponto obrigatório – para relaxar e descontrair – caminhando pelas muralhas conseguimos vislumbrar o doce Tejo e os campos em redor .

Um pouco mais acima encontramos a Cidade Templária, Tomar. No Convento de Cristo, a Arte Sacra é de uma enorme beleza, quase que conseguimos sentir o peso da história deste nosso país.

Charola sul

Também neste distrito, a vila de Constância é uma terra pequena, repleta de vielas pitorescas e muito tradicionais. Muito ligada aos rios – ou não estivesse ela rodeada pelo Tejo e pelo Zêzere – é o local perfeito para alugarmos uma canoa – existem várias empresas que o fazem, mesmo para principiantes – e descermos o Tejo até ao Castelo de Almourol. Um percurso que nos permite entrar em contacto com a Natureza e escutar o silêncio.

almorol

Distrito de Setúbal

No distrito de Setúbal não há como não mencionar a maravilhosa Serra da Arrábida. Dona de uma beleza ímpar e de praias paradisíacas, é sem dúvida uma excelente opção até para quem mora em Lisboa – e quer dar um pulo à praia ou fazer um piquenique durante o fim-de-semana.

20167582880_bca5f31019_o-1-e1459342387643

Se estiverem em Setúbal apanhem o barco e vão até Troia, mas antes experimentem o Choco Frito, que apesar de não ser a opção mais saudável é bastante saborosa e não há mal nenhum em, às vezes, nos permitirmos “pecar”.

Distrito de Viana do Castelo

Destaco – claro – o Santuário de Santa Luzia, também conhecido por Templo do Sagrado Coração de Jesus em Santa Luzia ou por Princesa do Lima. É realmente o ex-libris do distrito. Situado no topo do monte, oferece uma vista ímpar da região, do mar…até ao rio Lima e às montanhas que o envolvem.

A583FY Monte de Santa Luzia , Viana do Castelo , Regio Norte , Portugal , Europe

O distrito merece ainda a visita à vila de Arcos de Valdevez  e aos Espigueiros do Soajo – que nos levam até 1782 mas são ainda hoje utilizados pela população.

3a400a57419402fd4b60a9b1c8c82bc9--hotel-portugal-best-hotels

Perto, em Ponte de Lima, encontramos o Parque Temático do Arnado, que nos faz embarcar numa viagem pela história da arte dos jardins, por lá temos o Jardim Romano, o Jardim Labirinto, o  Jardim Renascença, o  Jardim Barroco e uma estufa, num projecto que procura valorizar as margens do Rio Lima.

Distrito de Vila Real

Neste distrito destaco o Casa de Mateus, construída no século XVIII e que hoje se auto-proclama Centro de Cultura no Norte do País. Entre várias peças de mobiliário, tapetes, loiças e vestes antigas, podemos encontrar uma biblioteca fantástica e uma célebre edição ilustrada dos Lusíadas, editada em 1816. Os jardins, esses, merecem um longo passeio.

FCM-10

Na cidade de Vila Real façam o percurso pedestre pelas várias capelas e igrejas e façam, também, uma visita ao Jardim Botânico da UTAD – com quase 1000 espécies vegetais vivas, vindas de todo o mundo,   foi considerado um dos maiores da Europa. O distrito é ainda rico em paisagens naturais, como por exemplo, a fascinante Barragem do Sordo e a Ponte de Misarela, são paisagens de cortar a respiração.

11029932_790740814306487_3357065659159493048_o

Distrito de Viseu

Na preparação destes artigos, descobri um espaço cultural que me despertou a curiosidade. Trata-se da Casa da Ribeira – em Viseu – onde podemos vivenciar várias experiências que evocam o património desta zona. Dos tradicionais moinhos do rio Pavia aos lagares de azeite, ao que parece uma visita a esta Casa leva-nos ao passado, num encontro com memórias que para muitas existem apenas nos livros.

Já em Lamego, visitem o Santuário da Nossa Senhora dos Remédios. Como podem ver – pela imagem em baixo – vale a visita.

14320406460_85ecab088c_k-e1443059341122

E agora…sejam turistas, neste tão nosso, tão belo e tão saboroso, Portugal!

Partilhas 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *